problemas com vizinhos problemas com vizinhos

Problemas com vizinhos: conheça os mais comuns e como evitá-los!

4 minutos para ler

A convivência em condomínio é uma questão delicada, que deve ser balizada pelo síndico com cuidado. Um dos maiores desafios da administração é cuidar dos problemas com vizinhos. É importante fazer um bom manejo da situação para evitar que ela se agrave. Uma atitude conciliadora, mas firme e com boa noção dos direitos de cada parte, é essencial nesse tipo de caso.

Se você quer entender melhor como lidar com questões entre vizinhos, continue acompanhando este artigo! Separamos as principais informações sobre o tema!

Quais são motivos mais comuns de problemas com vizinhos?

A boa e velha máxima do direito de um acabar quando começa o do outro é muito mais complexa do que parece. Em geral, os conflitos surgem justamente porque os envolvidos discordam de onde é a linha que divide o direito de cada vizinho.

O síndico deve conhecer e ter planos de ação para os casos mais comuns de problemas com vizinhos. São eles:

  • barulhos de pisadas, uso de calçados ruidosos, conversas em tom elevado, festas e aparelhos de som com volume alto em horários inapropriados;
  • questões estruturais, especialmente vazamentos e problemas hidráulicos;
  • distribuição e regras de uso das vagas de garagem;
  • problemas causados por animais de estimação;
  • brigas e agressões entre crianças;
  • comportamentos inadequados dos vizinhos.

A melhor forma de saber quem tem razão é recorrer às regras do condomínio. Elas devem ser claras e precisas, e todas as questões problemáticas devem ser solucionadas pelo regimento interno do condomínio. Essas normas auxiliarão os condôminos e o síndico a traçar a linha entre o uso legítimo da unidade e a violação aos direitos dos vizinhos.

Como o síndico pode lidar com problemas com vizinhos?

O ideal é buscar o diálogo, construindo junto com as partes uma solução para o problema. O síndico deve acompanhar os problemas com vizinhos de perto, até mesmo para saber quando a briga já foi longe demais. Veja a seguir boas práticas para lidar com contendas!

Conheça os vizinhos

Se as pessoas têm uma relação próxima de apreço, o diálogo é muito mais fácil. Brigar com quem você conhece e gosta é muito mais difícil. Dessa forma, uma boa medida é conhecer todos os vizinhos e construir com eles uma relação saudável e cordial.

Resolva rápido

Quanto mais tempo alguém passa incomodado com um problema, menor a chance de que o assunto seja resolvido pacificamente. Pensando nisso, o condomínio deve ter um canal de diálogo rápido e constante, para que as queixas sejam gerenciadas prontamente, por menor que sejam.

Documente os acontecimentos

O síndico deve investir nos registros no livro de ocorrências, tanto para documentar a situação quanto para manter o controle de reclamações respondidas, tempo de resposta e outras movimentações.

Procure apoio jurídico

As formas de solução amigável e intervenções previstas nas normas do condomínio não surtiram efeito? Melhor buscar apoio jurídico especializado! Isso evita a escalada do conflito e a responsabilidade do condomínio no assunto. Em caso de dúvidas, os advogados podem orientar sobre qual é a melhor postura e os próximos passos a seguir.

O conflito faz parte da vida em sociedade. No condomínio, isso não poderia ser diferente. Saber gerir os problemas com vizinhos é uma arte que deve ser dominada pelo síndico. Com uma dose de paciência, orientação jurídica e boa vontade, pode-se ir muito longe. O ideal é buscar soluções, pois todos continuarão precisando dividir um espaço em comum.

Já vivenciou problemas com vizinhos? Conte sua experiência sobre o assunto deixando um comentário abaixo!

Posts relacionados

Deixe um comentário